Xbox One: O processo do controle do Xbox foi retirado do tribunal

0

MAS O ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA CSK & D CONTINUA ESPERANÇOSO DE PODER RECUPERAR OS DANOS

Uma ação coletiva alegando que a Microsoft vendeu controladores defeituosos do Xbox foi encaminhada à arbitragem, confirmou o escritório de advocacia Chimicles Schwartz Kriner & Donaldson-Smith (CSK & D).

O processo, que foi aberto em abril de 2020 , alega que problemas de deriva – que vêem os movimentos do controlador registrados incorretamente devido ao desgaste – foram vivenciados por um grande volume de proprietários de Xbox em vários modelos.

A Microsoft emitiu declarações em fevereiro pedindo que o caso fosse retirado do tribunal poe meio de arbitragem na esperança de ter um juiz imparcial para resolver as disputas.

Benjamin Johns, sócio da CSK & D, disse ao The Loadout que a mudança para a arbitragem provavelmente significa o “fim do caminho” porque agora não se espera que o caso chegue a um tribunal público.

Controle Xbox One
Fonte: Xbox

Apesar do revés, o CSK & D disse que está avançando em sua tentativa de recuperar os danos aos seus clientes, tendo adquirido um “volume suficiente” de controladores com defeito para ajudar no caso, alguns dos quais pagou.

Johns disse ao The Loadout que os controladores são enviados para “nosso especialista para examinar e opinar sobre a causa raiz do defeito”.

O especialista da empresa acredita que, pelo menos no caso dos controles do Xbox One , o deslocamento do manche é causado por uma falha no design do potenciômetro, que “traduz o movimento físico do thumbstick em movimento dentro do videogame”, um problema as ações judiciais estão presentes desde 2014.

“Em um sentido geral, a teoria desses casos é que, se o defeito do desvio tivesse sido divulgado, nenhum consumidor razoável os teria comprado”, disse Johns.

A Microsoft alegou anteriormente que os autores do processo concordaram com seu Contrato de Serviços, que estabelece que todas as disputas sejam resolvidas por arbitragem.

A empresa disse que os reclamantes concordaram com o Contrato de Serviços quando assinaram o Xbox Live pela primeira vez ou quando compraram seus controladores e os usaram, em vez de devolvê-los imediatamente.

CSK & D também está por trás de ações judiciais de desvio de controladores Swith joy-Con e PlayStation 5 Dual Sense movidas contra Nintendo e Sony, respectivamente.

Como no caso da Microsoft, o processo Switch foi levado à arbitragem em março de 2020, uma situação que a empresa espera evitar que se repita com o processo DualSense.